Home
Outubro - Novembro - Dezembro - 2014
Ano XVI - nº 62

Edição nº45 » CLIQUE AQUI PARA LER OS RESUMOS DOS ARTIGOS PUBLICADOS NA EDIÇÃO 45


SESSÃO CLÍNICA
Palpitação, Dispneia e Desconforto Precordial

Trata-se de paciente de 59 anos de idade queixando-se de palpitações, dispneia e desconforto precordial, tendo procurado uma unidade de atendimento primário; lá foi feito o diagnóstico de taquicardia ventricular não sustentada, tendo sido então transferido para o CTI do Iecac, para tratamento e diagnóstico.

RELATO DE CASO
Cistoadenoma Seroso Pancreático Manifestando-se com Pancreatite Aguda

Neoplasias císticas primárias do pâncreas (neoplasias císticas serosas, neoplasias seromucinosas e neoplasias mucinosas papilares intraductais) são raras, representando de 10 a 15% das massas císticas pancreáticas. Essas neoplasias têm uma maior prevalência entre mulheres de mais de 50 anos de idade e são, em sua maioria, benignas e assintomáticas. Em raras ocasiões, quando o tumor comprime os dutos pancreáticos, o paciente pode apresentar uma pancreatite aguda, e apesar de 10 a 20% dos pacientes referirem sintomas pancreáticos, uma pancreatite aguda documentada é exceção à regra.

O DESAFIO DA IMAGEM
História de Febre de 40 graus, Cefaleia, Coriza, Odinofagia, Icterícia e Colúria

Trata-se do caso de um paciente do sexo masculino, com 38 anos de idade, apresentando febre de 40oC, cefaleia, coriza, odinofagia, icterícia e colúria, tendo sido submetido a uma tomografia computadorizada de tórax.

RELATO DE CASO
Manejo da Leptospirose na Terapia Intensiva

A leptospirose é uma infecção causada por espiroqueta do gênero Leptospira. É uma zoonose difundida mundialmente, sendo sua incidência maior em países em desenvolvimento. Há diversos tipos de sorovares da Leptospira, sendo a forma grave causada pelo grupo icterohaemorrhagiae. Este artigo relata dois casos de leptospirose grave (síndrome de Weil), que foram internados no Serviço de Terapia Intensiva do Hospital Geral de Ipanema, em 2008.

A CONDUTA DO PROFESSOR

A conduta de um professor de Endocrinologia frente aos incidentalomas adrenais.

SESSÃO CLÍNICA
Infecção e Alterações Motoras em Criança

Paciente do sexo masculino, idade de um ano e sete meses, apresentou quadro de infecção respiratória alta e, duas semanas depois, quedas frequentes, com fraqueza de membros inferiores; apresentou ainda dois picos febris e progressão da fraqueza para paraplegia. Foi então encaminhado ao Huap para esclarecimento do quadro.

RELATO DE CASO
Pelagra: Relato de um Caso Clínico Típico

Os autores, após breve revisão da bibliografia, apresentam relato de um caso típico de pelagra em paciente etilista. A pelagra está diretamente relacionada à carência de vitaminas do complexo B, em especial a niacina (vitamina B3, vitamina PP). É um quadro de bom prognóstico quando diagnosticado de forma assertiva e tratado precocemente. Do contrário poderá evoluir de forma grave e até chegar a óbito. É encontrado com certa frequência entre alcoólatras e portadores de síndromes disabsortivas. É preciso estar atento para as formas incompletas, pois podem ser de muito difícil diagnóstico, com sintomatologia por vezes só cutânea, só neurológica ou só gastrintestinal.

 


faça o download em PDF da edição completa


2019 - Copyright - Laura Bergallo Editora Desenvolvido por: Corbata